Luísa Sonza comenta rotina intensa no Carnaval: “Rolou um medo de vomitar”

0
A cantora Luísa Sonza, em seu desfile pela Grande Rio – Reprodução: Instagram

O Carnaval de Luísa Sonza foi para lá de agitado. Além de se apresentar pelo Brasil inteiro com diversos shows, ela tirou um tempinho de sua agenda corrida para desfilar na Sapucaí pela Grande Rio.

+ Luísa Sonza dá novo passo em consagração da carreira

Tudo isso para uma jovem de 21 anos pode ser muito cansativo. Em entrevista a Revista Quem, Luísa Sonza comentou a rotina intensa: “É muito trabalho, muito tempo sem dormir. O Carnaval desse ano está sendo bizarro, como nunca tinha sido antes”.

A esposa de Whindersson Nunes contou que não tinha tempo nem para comer nessa correria. Um pouco antes de seu desfile pela Grande Rio, ela conta que comeu e, na correria, acabou ficando com medo de colocar tudo para fora: “Saí de um show e fiz uma boquinha para ter pique. Comi arroz, feijão e frango. Daí rolou um medo de vomitar na Sapucaí”.

Luísa Sonza fala sobre relação com Whindersson Nunes e entrega: “Ele não sente ciúmes”

Apesar da correria toda e do vice campeonato do Carnaval do Rio de Janeiro, ela agradeceu por tudo: “Graças a Deus, depois de muito trabalho, minha carreira teve um ano muito bonito. A galera me abraçou, meus fãs são maravilhosos, muito empenhados e isso me deixa muito feliz, só tenho gratidão”.

Luísa Sonza irá descansar?

Agora que o Carnaval passou ela vai descansar, certo? Que nada! Ela pretende dar uma pausa mais para frente:  “Acredito que vai chegar um momento na minha trajetória, daqui a muitos e muitos anos, que vou diminuir o ritmo, mas só daqui a muitos e muitos anos. Quando trabalhamos com o que gostamos, tudo vale a pena. As horas sem dormir se tornam mais legais e excitantes e levamos numa boa”, disse.

+ Luísa Sonza revela sobre relação com Faustão e dispara sobre ‘Dança dos Famosos’

Luisa Sonza, também na entrevista que deu para a revista, afirmou que, quando se gosta do que faz, não vê problema nenhum e abrir mão de certas coisas: “Não é como se eu estivesse acordando de manhã para ir para a escola. Quando tinha que acordar cedo para ir à escola, não gostava tanto, mas se tivesse que acordar para cantar, iria gostar. Graças a Deus, tenho o privilégio de fazer o que gosto, isso faz tudo valer a pena”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.